Arquivo da categoria ‘Música’

Os RPGs eletrônicos japoneses (JRPGs) são, tradicionalmente, um  gênero em que é dado maior destaque à trilha sonora. Não são poucos os que guardam boas memórias de ler textos e mais textos de diálogo, numa época em que a dublagem em JRPGs era bem rara,  ao som de belíssimas melodias.

Essas pessoas devem lembrar de nomes como Nobuo Uematsu e Yasunori Mitsuda, compositores que trabalharam em diversos JRPGs famosos, incluindo o jogo da música dessa semana: Chrono Trigger, porém, esse é um Chrono Trigger que você nunca poderá jogar. (mais…)

 

O músico Zack Andrew fez uma performance bem legal do tema utilizando um violão e fazendo beatbox (som de percussão feito com a boca) ao mesmo tempo. Porém, não estamos falando de uma música do jogo de luta, mas sim da animação japonesa produzida em 1995: Street Fighter II V. Mais especificamente da cena em que o Ryu solta o hadouken mais lento da história, que você pode conferir abaixo: (mais…)

Pense num olhar incisivo!

Que tal um álbum de metal com chiptune que traz hordas de referências à videogames e cultura de internet, enquanto joga aqui e ali temas abrangentes da sociedade temperados por um estilo de composição e execução do estilo ame ou odeie? Se a descrição soou interessante (ou mesmo se não tiver soado), continue lendo para saber mais sobre o 4º CD de estúdio da banda underground sueca Machinae Supremacy, que chegou aqui na redação semana passada! (mais…)

Os últimos anos não foram bons para os fãs do Angra; o grupo ficou quatro anos sem lançar um CD e passou por brigas internas que ameaçaram acabar com a banda. Porém, o Angra passou por uma reformulação, tanto empresarial quanto de formação  e, no final de agosto, lançou o seu sétimo álbum, Aqua. Será que o novo álbum conseguiu trazer de volta todo a técnica e pegada brasileira característica da banda? Uma coisa é certa, ele está fazendo muito sucesso no Oriente (sério!). (mais…)

Eu adoro o My Chemical Romance. Polêmicas a parte de ser emo ou não, eu acho a banda uma das melhores da atualidade. (mais…)

 

A capa já adianta a viagem que é o álbum.

Dez anos depois do arrebatador Hybrid Theory, qual é o resultado de dois anos de trabalho de estúdio de uma das bandas que marcou uma geração? Aproveito meu retorno ao blog (eu tinha IDO?) para analisar esse lançamento do Linkin Park! (mais…)

Weezer é uma das minhas bandas favoritas. (mais…)