Novo jogo de 007. Agora vai.

Publicado: 13/10/2010 por Estêvão em Filmes, Games
Tags:, , , , , , ,

O novo jogo baseado na série de James Bond previsto para começo de novembro e disponível para todas as plataformas de game com exceção do Wii (para variar), tem muito mais em comum com a atual versão do espião britânico do que aparenta. Além do uso das vozes e imagens de Daniel Craig e Judi Dench, o jogo também bebe da trilogia de espionagem de Jason Bourne feito eu alguém que conheço em open-bar.
E querem saber? Isso é uma ótima notícia, confiram o resultado.

A série do espião a serviço de Sua Majestade teve seus altos e baixos ao longo dos anos e os mais baixos dos baixos foram os filmes com Pierce Brosnan. Péssimos roteiros e abuso de CGI à parte, o principal defeito dos filmes de Brosnan é o tempo. Décadas após a guerra fria, o agente britânico fleumático que combatia gênios do mal com bugigangas tecnológicas e um martini na mão já não parecia adequado ao mundo atual e as tentativas (mal sucedidas) de trazer Bond ao novo século refletem a dificuldade em tornar James um personagem verossímil.

Mas sejamos justos, Brosnan ao menos fez Goldeneye, um filme dos anos 90 mas feito nos moldes clássicos e um retorno competente do espião britânico às telas de cinema depois de um hiato de seis longos anos. Ainda mais importante (do ponto de vista gamer), trouxe consigo Goldenye 007 para o Nintendo 64, revolucionando os jogos de tiro em primeira pessoa.
Desde então estúdios de games e de cinema buscaram reproduzir o sucesso de Goldeneye em suas respectivas áreas com variados graus de insucesso.

Holywood finalmente reencontrou seu Bond com Cassino Royale, na minha opinião o melhor filme da série até hoje, fazendo do espião quase infalível, um personagem mais humano, intenso, mantendo o senso de humor e injetando doses massivas de ação intensa e fluida numa narrativa intrigante e complexa.
E onde descobriram essa fórmula mágica de filmes de espionagem? Na Trilogia Bourne, que de certa forma deve sua existência à série clássica de James Bond.

Quanto ao futuro do agente na indústria dos games, eu diria que as coisas parecem promissoras.

Isto é, até eu descobrir que o jogo na verdade é um  RPG disfarçado de tiro em terceira pessoa que faz uso extensivo de tiroteios com cobertura com mais horas de vídeo do que de jogo. Onde Bond vira um fuzileiro naval espacial com problemas de auto-afirmação e veste uma armadura tecnológica para enfrentar um vilão que na verdade era seu irmão gêmeo perdido. E então termina na metade da história, prometendo a conclusão no próximo jogo que nunca será feito.

Estêvão

Nega a existência de Quantum of Solace.

Jason Bourne. James Bond. JB. Entendi.

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s