Onde nenhum blogger foi antes

Publicado: 21/06/2010 por Estêvão em Livros
Tags:, , , , , , , ,

O cancelamento da adaptação para as telonas do livro  “Encontro com Rama” de Arthur C. Clarke  deixou vários  fãs de Sci-Fi em geral bem desolados, mas há um prêmio de consolação; um curta bem competente para dar um gosto daquilo que poderia ter sido (eu chamo de Efeito Serenity).

Criado por Aaron Ross em 2001 para a NYU e com som por Philip Mahoney da Vancouver Film School, o curta a seguir nos introduz aos primeiros momentos da exploração de Rama e seu interior opressor.

O cancelamento do filme que traria Morgan Freeman no papel principal e David Fincher na direção (Se7en, Benjamin Button),  foi confirmado definitivamente em 2008, em parte, devido aos problemas de saúde do ator,  também um dos produtores.  Imaginamos que a história seguiria de perto o livro, mostrando  o encontro (duh)  de um grupo de astronautas com o monolito cilíndrico de 50 kilometros, Rama, durante sua breve passagem por nosso sistema solar.

Morgam Freeman chegou a reconhecer que seria dificil transpor para o cinema o tom peculiar da obra. No livro, a atmosfera de tensão e constante estranheza permeava cada página. Era quase sufocante, mas difícil de largar depois que voc6e começa a ler. Quem o construiu? De onde ele veio? Qual seu propósito? Fritas acompanha?

Acho mesmo uma pena o cancelamento. Dos livros de ficção científica que li, “Encontro com Rama” é definitivamente um dos melhores. Não à toa é um dos poucos ganhadores simultâneos dos prêmios Hugo e Nebula. Um dos elementos marcantes do livro é seu estilo “hard sci-fi”,  sub-gênero caracterizado pelo foco em detalhamento técnico e plausibilidade científica (nada de viagens na velocidade da luz ou raios lasers), na mesma linha de 2001: Uma odisséia no espaço.

Interessante é que anos após sua publicação Rama seria citado como influência de filmes como Alien e Star Trek: The Motion Picture. Uma ironia justamente o precursor não ganhar as telas ao contrário de suas crias (COFFneuromancerCOFF).

Estêvão
Eu estava me referindo ao Acre.

Anúncios
comentários
  1. Jayalarid disse:

    Nunca ouvi falar, mas parece interessante.
    NOT.
    E a adaptação de 2001 deve ter metade das páginas em branco (entenderam?

  2. Estêvão disse:

    merda gus. Tem uns 3 erros grosseiros neste , use seu chicote editorial

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s