Tempos de violência virtual

Publicado: 30/03/2010 por Estêvão em Games
Tags:, , , , , , , , , , ,

Ainda prometo um post mais elaborado comentando sobre a crise de jogos adultos no Wii e porque gamers mais “hardcore” estão abandonando o console. ( Eis a prévia: Culpa da Nintendo). Até lá vamos ficar com um estudo mais específico de caso

O Wii se firmou como o console mais bem-sucedido de sua geração, mas sua reputação, já em baixa após o N64 e o Gamecube, recebeu um golpe do qual ele talvez nunca se recupere. Há muito o console não é encarado como um sistema “sério” ou “maduro”.

Apesar de ocasionais espasmos como Silent Hill e a série Resident Evil (exceto os shooters on rail, leia mais abaixo),  jogos mais sérios parecem ter perdido seu lugar no sistema. Situação o que levou um diretor da Capcom a choramingar publicamente sobre as vendas baixas de seus jogos no console da Nintendo.

Marcin Kawa da Bloober Team, responsavel pelo título de Wiiware em desenvolvimento, Last Flight, teve o seguinte comentário a fazer em resposta às chorumelas da Capcom:

“É difícil acreditar que não há pessoas o suficiente que apreciem um conteúdo mais adulto e sério. A questão mesmo é sobre os jogos e qualidade. ” fala Marcin Kawa, produtor executivo.
Eu não ficaria surpreso se mais outro “shooter on rails” não vender bem. Você não precisa ser um gênio para ver que as pessoas querem algo mais do que isso.
Ao invés de ficar choramingando, nós preferimos criar algo de conteúdo, que não pareça um port inferior feito às pressas para conseguir uma grana fácil
. (ênfase nossa)
“Foi a decisão certa desenvolver um jogo para o Wii? Deveríamos fazê-lo menos violento? Vamos vender o suficiente para pagar as conta? Perguntas perfeitamente normais à essa altura.
Apesar do nosso respeito e carinho pela Capcom e por (Michael) Pachter, não iríamos tão longe a ponto de dizer que jogos adultos não vendem bem(no console) ou que a culpa é dos donos da plataforma(Nintendo)”

“Nossa lógica é bem mais simples: se o jogo não vende bem é porque fizemos algo errado.”
(tradução livre de entrevista originalmente concedida ao Eurogamer )

Admiro a atitude, torço para que eles não se arrependam destas palavras e concordo em boa parte. Por outro lado, na minha opinião, a culpa das vendas baixas desses jogos no Wii fica dividida entre mais de dois fatores: Nintendo, propaganda, histórico do console, qualidade do jogo, gamers que não se contentam com ports inferiores, etc
Um bom exemplo dos jogos bom-mas-com-baixas-vendas é Dead Space Extraction. Não chega a reinventar o gênero mas chega próximo. É um dos poucos jogos do Wii que me fazem lamentar não ter tempo para jogar. No entanto, como Kawa disse, os gamers querem algo mais.
Para entender isso, imagine que você tenha um Wii e não esteja enjoado de fuzileiros espaciais e suas armas gigantes compensadoras de inadequação social e pênis pequenos. A Microsoft revela uma improvável parceria com a Nintendo para lançar um jogo Halo no Wii. Especificamente um Shooter-on-rails de Halo.Você:

a) Fica animado com essa migalha de jogo adulto e sério lançada na sua direção.
b) Talvez compre já que ainda restam mais dois meses até o próximo lançamento de um jogo decente no console
c) Lembra que se você realmente quisesse jogar Halo já teria comprado um Xbox 360
d)Você já tem um Xbox 360 e o dinheiro que você estava guardando para desperdiçar foi gasto com Halo: ODST
e) Uma combinação das alternativas acima.

É imaginei.

E aproveitando, minha resposta pessoal ao mimimi da Capcom:
Seus jogos adultos foram uma decepção.

Dead Rising é um port incompetente com gráficos horríveis que de hora em hora me fazem levar a mão ao rosto para me certificar que meus óculos de grau 5 de miopia ainda estão lá.

Poucos zumbis e por algum motivo bizarro tiraram a câmera do protagonista FOTÓGRAFO (ele cobriu guerras sabia?).

Se por um lado Dead Rising é um desastrado, mas bem intencionado port, cujos defeitos decorrem justamente desta transição, os shooters-on-rails de Resident Evil não possuem nenhuma justificativa já que foram desenvolvidos exclusivamente para o Wii.

A câmera parece estar sendo controlada por um velho epilético com déficit de atenção. Mas tudo bem por que sua pontaria não conta aqui. Tiros na cabeça não parecem ter mais efeito que tiros normais (exceto quando, uma vez a cada lua roxa, quando o sapo canta e é 30 de fevereiro, e você esta usando sua cueca da sorte, eles resultam numa morte instantânea). Por alguma razão bizarra você ganha pontos por atirar na mobília mas não  por precisão. E se você quiser novas armas, vidas, granadas, documentos secretos, etc você precisa atirar na mobília. Isso acaba totalmente com o clima de horror do jogo, é como jogar com o Eufrazino, atirando para tudo que é lado.

E de quem foi a ideia de fazer os zumbis básicos precisarem de mais de 4 tiros na cabeça para morrer? Sabem como é difícil conseguir um headshot com o wiimote?

Estêvão
No entanto, Okami é um dos meus 10 jogos favoritos de todos os tempos e estou ansioso pelos próximos Sengoku Basara e Monster Hunter.
Eu sou inconsistente…

Anúncios
comentários
  1. Gustavo disse:

    Nossa, eu também sentia falta de jogos de verdade para o Wii até comprar um PS3 XD

  2. rafthehay disse:

    O Wii tem potencial pros mais diversos tipos de jogos, adultos ou não, mas a Nintendo sempre teve tradição de fazer jgos para um público mais amplo, não só os hardcore gamers.

    Os donos de console da Nintendo sempre souberam disso, sempre! Ou por acaso compraram o Wii esperando um simulador de estupro com o Wiimote? *registra a ideia*

    (Achava que o título ia fazer referência a Pulp Fiction XD)

    • Gustavo disse:

      Você tem que lembrar que até a geração anterior o suporte das produtoras de games hardcore era bem maior. GameCube tinha jogos como: Metal Gear Solid: The Twin Snakes, Eternal Darkness: Sanity’s Requiem, Resident Evil (0, 1 e 4) e Soul Calibur II (um Soul Calibur de verdade!),

    • thisisbhering disse:

      Desculpa desapontar.
      Se serve de consolo ia ter uma imagem fazendo referência no post sobre “conquistas” nos games, mas o Gus disse “nãããão, ninguém vai entender…”

  3. Rebeca disse:

    Disse tudo!

    E de quem foi a ideia de fazer os zumbis básicos precisarem de mais de 4 tiros na cabeça para morrer? Sabem como é difícil conseguir um headshot com o wiimote?

    A Nintendo virou a Disney dos videogames, tudo politicamente correto, family friendly. Quando lançam um ou outro mais “hardcore” é algo como Silent Hill Shattered Memories, que achei totalmente desnecessário pra franquia. Trata de um tema denso e tem um final surpreendente (apesar da trama se desenvolver de maneira bem fraca), mas pra mim foi o menos pesado da série. Até os gráficos achei coloridinhos demais pra serem de um SH. ¬¬

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s